A faceta linguística do feminismo: a terminologia da igualdade

No próximo domingo, 8 de março, é o Dia Internacional da Mulher. Um dia de manifestações e reivindicações que teve origem no ano de 1909, em Nova Iorque. Entretanto, o Dia Internacional da Mulher não foi institucionalizado até 1975, quando a Organização das Nações Unidas (ONU) oficializou as exigências de igualdade entre as mulheres e os homens.

A BigTranslation pretende celebrar este dia com o rico vocabulário que a luta pela igualdade de direitos nos deu e continua a desenvolver. Seguem-se alguns dos termos.

Ação Positiva

Medidas específicas destinadas a corrigir situações claras de desigualdade, a fim de pôr em prática o direito constitucional à igualdade. Tais ações devem ser razoáveis e proporcionais ao objetivo pretendido em cada caso.

Empoderamento das mulheres 

Este termo foi cunhado na 4.ª Conferência Mundial sobre a Mulher, realizada em Pequim, em 1995. Referia-se ao aumento da participação das mulheres nos processos de tomada de decisão e no acesso ao poder. Atualmente, é igualmente utilizado para despertar uma consciência de poder em cada mulher, incluindo a recuperação da sua própria dignidade e independência.

Feminização da pobreza

Este termo dá nome a uma situação generalizada na maioria dos países, tornando as mulheres visíveis enquanto a parcela mais significativa da população em situação de pobreza. As políticas de ajustamento de cada país têm impacto na participação das mulheres no mercado de trabalho, bem como no acesso aos recursos económicos e sociais.

Feminismo

Corrente de pensamento que defende a igualdade entre homens e mulheres. Trata-se de uma linha de pensamento com três séculos de existência, que assinala a desigualdade entre homens e mulheres. A questão na origem do pensamento feminista assenta no motivo pelo qual metade dos seres humanos, nomeadamente as mulheres, não têm os mesmos direitos reconhecidos que o coletivo humano no seu todo?

 

Igualdade de direitos

A igualdade entre homens e mulheres perante a lei. Com o fim da Primeira Guerra Mundial, foi restabelecido o princípio da igualdade perante a lei nos países europeus. Desde então, as mulheres têm o direito à educação, ao trabalho remunerado e ao voto.

Patriarcado

Forma de organização social, política e económica que emerge das sociedades agrícolas e na qual os homens adultos dominam as mulheres e as crianças. Os debates sobre o patriarcado foram surgindo em diferentes períodos históricos, tendo sido retomados durante o movimento feminista dos anos 60.

A escritora Gerda Lerner, autora de A Construção da Consciência Feminista, definiu o patriarcado como «a manifestação do domínio masculino sobre as mulheres e crianças na família e a extensão deste domínio às mulheres da sociedade».

Teto de Vidro

Também denominado discriminação vertical, é o conjunto de limites que afeta as oportunidades de promoção das mulheres no local de trabalho. Embora haja uma democratização do acesso a vários empregos entre homens e mulheres, os cargos que envolvam tomadas de decisão importantes permanecem, na sua maioria, nas mãos dos homens.

Violência de Género

Trata-se de toda a violência baseada na filiação de uma pessoa que possa ou não resultar num dano ou sofrimento físico, sexual ou psicológico. Tal inclui as ameaças de tais atos, a coerção ou a privação de liberdade. Este tipo de violência estende-se também às crianças menores de idade.

Visibilidade 

O processo de trazer à luz e incorporar no conhecimento geral a vida das mulheres na nossa realidade e história. Passa por reconhecer e reapreciar a história das mulheres, o seu papel no mundo e a sua igualdade relativamente aos homens.

O vocabulário da igualdade continua a crescer cada vez mais no nosso dia-a-dia. A sua utilização nas redes sociais é frequente, deixando de ser apenas as organizações ou coletivos que utilizam esta terminologia. Hoje em dia, as instituições educacionais como as universidades ensinam esta terminologia como parte do seu currículo. Tomemos este mesmo artigo como exemplo, sendo que toda a terminologia contida poderá ser consultada no GLOSARIO DE TÉRMINOS DE POLÍTICAS DE IGUALDAD, publicado pela Universidade de Valência e no livro PALABRAS PARA LA IGUALDAD DE GÉNERO EN LA EDUCACIÓN, de María José Pérez Francés, publicado pela Universidade de La Rioja.

 

Rate this post

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *